Lama Brumadinho (2)
janeiro 29, 2019 Nenhum Comentário

POR UM MODELO DE DESENVOLVIMENTO QUE PRIORIZA A VIDA

A lama de rejeitos sobre a cidade de Brumadinho. Fotos: Gilberto Chagas

A lama de rejeitos sobre a cidade de Brumadinho. Fotos: Gilberto Chagas

O Instituto Nenuca de Desenvolvimento Sustentável (INSEA) e as entidades que compõe o Observatório da Reciclagem Inclusiva e Solidária – ORIS, vêm expor solidariedade às famílias atingidas pelo crime socioambiental ocorrido em Brumadinho-MG no último dia 25 de janeiro de 2019, causado pelo rompimento das barragens de rejeitos de minério da Mina Córrego do Feijão, de responsabilidade da mineradora Vale.

Acompanhamos com grande pesar e comoção, a lama de rejeitos, tóxica e devastadora, atingir a região de Brumadinho e percorrer as águas do Rio Paraopeba oferecendo danos à centenas de comunidades ribeirinhas, à sobrevivência de rios, espécies animais e vegetais, inclusive, colocando em risco o abastecimento de água em todo o estado.

Destacamos nossa preocupação com a coleta de materiais recicláveis na cidade de Brumadinho, visto que catadores e catadoras, da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis do Vale do Paraopeba (ASCAVAP), tiveram de interromper suas atividades desde a última sexta-feira, em decorrência da tragédia e do risco da lama atingir o galpão de triagem. Além da falta de perspectiva de retomarem as operações, os trabalhadores da ASCAVAP sofrem com a perda ou com a falta de notícias de familiares e amigos que estão entre as pessoas desaparecidas.

Diante desta grave tragédia ambiental que espalha consequências por Minas e se estenderá por grande parte do Brasil, assim como o rompimento da barragem do Fundão, ocorrida há três anos na região de Mariana também provocada por atividade minerária, o momento é de repensar o modelo de desenvolvimento econômico que vem se expandindo e se fortalecendo cada vez mais em nosso país. Não podemos aceitar formatos produtivos que ameacem constantemente a vida e o bem-estar de comunidades e ecossistemas. A vida humana e a preservação do meio ambiente devem ser consideradas acima de tudo!

Juntamente com movimentos e organizações sociais, estamos empenhados em auxiliar as vítimas na luta para reaver seus direitos e dignidade perante os responsáveis por essa tragédia anunciada e não evitada.

Assinam essa nota:

Instituto Nenuca de Desenvolvimento Sustentável (INSEA)

Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR)

Instituto Sustentar Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Sustentabilidade

Associação Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis – ANCAT

WIEGO

Núcleo Alter-Nativas em Economia Solidária da Universidade Federal de Minas Gerais –UFMG

Laboratório FLUXUS – Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP

Movimento Nossa BH

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nossos Parceiros

A dedicação e empenho dessas instituições, tornaram possíveis a produção e continuidade dos projetos desenvolvidos pelo INSEA.


Hoje o Insea atua em mais de 20 projetos com o apoio dessas instituições. Sua empresa também pode ajudar a construir esta história! Entre em contato! Entre em contato!

cemig
ABHIPEC
danone-novo_cilco-parceiro-logo
dka_austria
wiego
Funcacao-bb
petrobras
governo_federal-insea
mncr
Desenvolvido por mOiDesign.
Todos os direitos reservados | INSEA