IMG_0121
novembro 6, 2017 Nenhum Comentário

OURO PRETO COMPROMETIDA COM A COLETA SELETIVA

 

IMG_0121

O vice-prefeito Tico Miranda, a assessora da ANCAT    Maria das Graças e o prefeito Júlio Pimenta.

 

“Produzimos quase 60 toneladas de lixo por dia no município. Nosso objetivo é ampliar a coleta seletiva, como trabalho dos catadores, fazendo a  correta destinação e a reciclagem.”  Esta afirmativa foi feita pelo prefeito da cidade Júlio Pimenta, em entrevista exclusiva à comunicação INSEA,  durante as atividades do II Fórum de Politicas para Gestão de Resíduos, no dia 31 de outubro, no Auditório da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).  Ao ser  questionado sobre o turismo sustentável da cidade Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura(UNESCO) e as políticas socioambientais, tendo em vista os Objetivos dos Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2030, o prefeito  enfatizou “nossa cidade tem que se tornar a cidade sustentável, da coleta seletiva  e da gestão de resíduos.”

A cidade sediou o II Fórum, que reuniu lideranças de associações e cooperativas de catadores de materiais recicláveis, gestores públicos, ambientalistas, pesquisadores e estudantes. Trazendo a conexão dos temas sustentabilidade, meio ambiente e desenvolvimento humano, o evento foi marcado pelo debate sobre os avanços e desafios dos  7 (sete)  anos da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e a necessidade de implantação das Políticas Municipais com a valorização do trabalho dos catadores de materiais recicláveis na contratação para  prestação de serviço.  As atividades foram organizadas pelo  Projeto Engenharia para Sustentabilidade da (UFOP), a Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (ANCAT), o Programa Novo Ciclo e em parceria as Associações participantes do Núcleo Estrada Real-Rede Cataunidos

 

COMPROMISSO DA CIDADE

Cidade reconhecida internacionalmente, Ouro Preto tem um papel importante em difundir propostas inovadoras e sustentáveis. Para o prefeito “o município se sente honrado em sediar o Fórum, numa ação nacional dos catadores com várias associações e cooperativas dos municípios da região para troca de experiências, fomentação de parceiras e avanços necessários na destinação e gestão dos resíduos e cuidados com o meio ambiente.”

A valorização do trabalho dos catadores é defendida pela administração publica. “Precisamos ampliar a as ações, uma vez que as  parcerias com as Associação de Catadores tem dado resultados práticos em relação à coleta e reciclagem”, constata Pimenta.  Ele cometa que “a prefeitura têm apoiado o trabalho das associações com galpões e caminhões para fazer a coleta.” Porém, analisa a necessidade de ir além. “As associações precisam aumentar a estrutura, para poder chegar ao máximo de residências com lixo reciclado e o poder público fazendo a sua parte. Nosso desafio é ampliar o atendimento. É um investimento que dá grandes resultados,” compromete o prefeito citando a participação ativa da Secretaria  Municipal de Meio Ambiente;

 

PARCERIAS PARA A CIDADE

Aberto às parcerias e reconhecendo um amplo trabalho a ser realizado, Júlio Pimenta esclarece que, a prefeitura está em parceira com a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)  para as questões de conhecimento e tecnologia  e tem o propósito de se consorciar com  outros municípios com o  de Mariana. “Estamos em busca de parcerias para atingir as metas que tornem a cidade sustentável,  vamos abrir ações para destinação dos resíduos sólidos, priorizando a coleta seletiva e, também, a questão do saneamento básico.”

A educação socioambiental tem caminhado na cidade. Neste sentido, Pimenta  destaca que o projeto na área educação tem conscientizado crianças e adolescentes . “Há uma intensa visita às escolas e orientação ambiental, queremos formar multiplicadores para a não geração do lixo e a correta e efetiva destinação dos resíduos”,  esclarece.

Convergindo para o turismo sustentável, Ouro Preto é cidade referencia. O prefeito reconhece e defende  que a ” cidade deva ser propagadora nacional e internacionalmente com o conceito de qualidade de vida, uma vez que sendo boa para o turista é boa para o morador”, afirma.  Para o prefeito, o II Fórum vem fazer o congraçamento destas ideias e fomentação de parceiras pra o bem da região. “Esperamos sair daqui com propostas concretas e consolidadas”, afirma.

 

Matéria produzida por Antonio Coquito, jornalista e assessor de comunicaçao INSEA

Foto: Antônio Coquito

 

 

Nossos Parceiros

A dedicação e empenho dessas instituições, tornaram possíveis a produção e continuidade dos projetos desenvolvidos pelo INSEA.


Hoje o Insea atua em mais de 20 projetos com o apoio dessas instituições. Sua empresa também pode ajudar a construir esta história! Entre em contato! Entre em contato!

cemig
ABHIPEC
danone-novo_cilco-parceiro-logo
dka_austria
wiego
Funcacao-bb
petrobras
governo_federal-insea
mncr
Desenvolvido por mOiDesign.
Todos os direitos reservados | INSEA