Workshop Circularidade PBH (3)
março 10, 2020 Nenhum Comentário

Belo Horizonte debate Economia da Circularidade

Encontro realizado pelo Consulado Britanico promoveu trocas sobre economia circular em BH

Subsecretária de Segurança Alimentar, Darklane Rodrigues, falou de iniciativas circulares de agroecologia em curso

Subsecretária de Segurança Alimentar, Darklane Rodrigues, mostrou iniciativas circulares de agroecologia em curso na cidade.

O INSEA participou nessa terça-feira, 10 de março, do evento: Debates Sobre Economia Circular, realizado pelo programa Global Future Cities – Prosperity Fund Brazil, do Consulado Britânico, em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte. Na ocasião, os realizadores apresentaram conceitos do novo modelo econômico e foram expostas algumas experiências já realizadas em BH por grupos da sociedade civil organizada, como redes de agroecologia e organizações territoriais. O intuito do encontro foi incentivar o surgimento e o fortalecimento de iniciativas que contribuam com o objetivo global de cidades mais sustentáveis.

O modelo de economia circular busca desvincular o processo produtivo do aspecto linear da economia industrial, que explora cada vez mais os recursos naturais não renováveis do planeta e gera cada vez mais resíduos nocivos ao meio ambiente, à Economia Circularbiodiversidade e à camada de ozônio. Na economia circular os resíduos têm valor, geram trabalho, renda e uma rede de serviços amparadas na lógica de que não há lixo e os resíduos são matérias-primas que podem retornar ao ciclo produtivo, por meio da reciclagem e da compostagem, poupando o meio ambiente.

Nos últimos anos, o INSEA e o Observatório da Reciclagem Inclusiva e Solidária – ORIS, junto a universidades, cooperações internacionais e organizações de catadores de materiais recicláveis, vêm estudando, elaborando e experimentando alternativas de desenvolvimento a partir dos modelos da Economia da Circularidade e também da Economia da Funcionalidade e da Cooperação, estritamente alinhadas aos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) traçados pela Organização das Nações Unidas (ONU). Esses estudos e parcerias têm gerado bons frutos, como a criação de ecossistemas lixo zero e ações de Workshop Circularidade PBH (2)fortalecimento da cadeia da reciclagem com inclusão de catadores de materiais recicláveis, bem exemplificados pela implementação da Rede Lixo Zero Santa Tereza, no bairro Santa Tereza – BH, e do Ciclos Parque Tecnológico da Reciclagem, em Esmeraldas, ambas desde 2017.

Para Luciano Marcos, presidente do INSEA e membro do ORIS, o evento Debates Sobre Economia Circular foi boa oportunidade de troca com os realizadores e participantes, e também uma demonstração de abertura do poder público para a inovação em termos de modelo de desenvolvimento que priorizem a preservação de recursos naturais e o bem-estar social.

Saiba mais sobre:

Ciclos Parque Tecnológico da Reciclagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nossos Parceiros

A dedicação e empenho dessas instituições, tornaram possíveis a produção e continuidade dos projetos desenvolvidos pelo INSEA.


Hoje o Insea atua em mais de 20 projetos com o apoio dessas instituições. Sua empresa também pode ajudar a construir esta história! Entre em contato! Entre em contato!

cemig
ABHIPEC
danone-novo_cilco-parceiro-logo
dka_austria
wiego
Funcacao-bb
petrobras
governo_federal-insea
mncr
Desenvolvido por mOiDesign.
Todos os direitos reservados | INSEA